logotipo
  Rakosi, Mathias

(1892-1971): membro do Partido Comunista da Hungria desde a I Guerra Mundial, foi vice-ministro do Comércio e ministro da Produção Social durante a curta existência da República Soviética da Hungria (21 de Março - 6 de Agosto), proclamada por Béla Kun. Refugia-se na URSS e trabalha no Komintern até 1945. De regresso à Hungria, é de imediato eleito secretário-geral do Partido Comunista, que se funde em 1948 com o Partido Social-Democrata, dando origem ao Partido dos Trabalhadores da Hungria. Em Julho de 1956 é destituído pelo CC. Pouco tempo depois fixa-se definitivamente na URSS. Em 1970 é-lhe dada a possibilidade de regressar ao seu país com a condição de se abster da participação activa na política húngara, o que recusa terminantemente. Falece na cidade de Górki.

foto
Mathias Rakosi
  Leia texto sobre Rakosi
  Fonte: Martens - A URSS e a Contra-Revolução de Veludo