logotipo
  Spinoza, Baruch
foto

(1633-1677): Filosofo originário de uma família de comerciantes judeus de Amsterdam, a cidade burguesa mais desenvolvida da época. Foi excluído da comunidade em consequência das duvidas que emitiu, com referencia à autenticidade dos textos sagrados Retirou-se para as vizinhanças da cidade de Haia e, depois, da própria cidade, afim de se dedicar à meditação, ganhando a vida como polidor de lentes para microscópios. Publicou, em 1670, o seu Tratado teológico-político, no qual desenvolveu seu racionalismo religioso e seu liberalismo politico. Suas outras obras só foram publicadas após sua morte. Spinoza foi o cérebro mais livre em filosofia no século XVII. Deve ser considerado como um dos antepassados do materialismo dialético. Sua obra principal é a Ética, publicada em suas obras póstumas (1677): Sua filosofia exerceu influência revolucionária, tanto na França do século XVIII como na Alemanha em fins do século XVIII e princípios do século XIX. Sobre Spinoza, consultar Karl Marx, A Sagrada Família. Spinoza escreveu: Ética, 1677; Tratado político-teológico, 1670, etc.

  Leia texto de Ilienkov e Naumenko sobre Spinoza
  Fonte: Lênin - Materialismo e Empirocriticismo
MIA estrela Secção em Português estrela Temática