Carta para a Esposa

Carlos Lamarca

26 de Julho de 1969


Fonte: Centro de Documentación de los Movimientos Armados.
Transcrição: Diego Grossi
HTML:
Fernando A. S. Araújo.
Direitos de Reprodução: Licença Creative Commons licenciado sob uma Licença Creative Commons.


Minha querida esposa O meu pensamento vive voltado para essa ilha, constantemente, mas o dia de hoje se reveste de especial atenção, de meditação, o pensamento que aflora é iniciar - cumpre iniciar a luta. Ainda não recebi noticias.

A organização a que pertenço, a VANGUARDA ARMADA REVOLUCIONÁRIA- PALMARES ( VAR-PALMARES), que nasceu da fusão da Vanguarda Popular Revolucionária com o Comando de Libertação Nacional, não tem canal de comunicação com a ilha, só quem tem é o Marighela. Aí pensam que ele é o líder e o comandante da Revolução no Brasil. É engano, primeiro porque não tem qualidades para isso, é egoísta, personalista e desleal, e segundo porque a Organização dele (não tem nome — usa-se o nome dele) é mal estruturada; muitos militantes dele estão passando para a nossa organização.

A concepção brasileira da luta é a seguinte: quem imprime a luta no campo são as cidades. O fundamental é a luta no campo, mas, se ela iniciar e for derrotada no campo, a Organização bem estruturada nas grandes cidades, dentro de pouco tempo, pode reiniciar. A nossa Organização é a única que esta bem estruturada nas grandes cidade é já começamos organizar no campo. Antes não havia nada e nenhuma Organização sozinha poderia levar o processo á frente — agora vamos.

Muitas dificuldades nós vencemos, muitas outras encontraremos ainda pela frente, mas o fervor revolucionário e principalmente o exemplo do povo cubano nos impulsiona á frente. Na semana passada resolvemos o problema do dinheiro por dois anos.

Atacamos mais um quartel e pegamos mais armas, mas ainda precisamos de muita coisa. Não temos apoio nenhum do exterior, tudo temos de conseguir com muito sacrifício. Na semana passada caíram dois companheiros em São Paulo e nesta um no Rio. Estamos jogando um preço alto, mas não desanimamos — muita água vai rolar.

O imperialismo jogara sua ultima cartada na América latina aqui no Brasil e jogara tudo para não perder. Sabemos disso e temos por isso muita responsabilidade — não podemos errar.

Uma Organização esta apressada para começar de qualquer maneira para projetar um nome. A Revolução esta acima de qualquer nome — a propaganda de um nome não vai levar a Revolução à frente mas sim as ações consequentes, sem aventureirismo romântico da pequena burguesia.

Planejamos tudo e tudo faremos cientificamente, conscientes da nossa responsabilidade perante os povos e a História.

Diante de tantos problemas, conforta-me a certeza que vocês estão bem. Antes da ação no quartel, o sargento Vinditi e a esposa, Vanda (da cera), nos delataram no quartel, não acreditaram. No jornal saiu que eu sou comunista, a culpa é sua. Você é a mulher misteriosa, culpada de tudo. Sabe porque lese dizem isso? Porque você não se misturava com as vagabundas esposas do oficiais. A delação de Vanda impede que você venha para cá. Não venha porque eles estão apelando para tudo, torturam até crianças para que os pais falem. Espero que você compreenda as dificuldades que aí existem e procure se adaptar. Aí se vive com dignidade, não há mendigos famintos batendo nas portas, não há exploração do homem pelo homem.

Muitas são as saudades de você e dos nossos filhos, lembro-me de tantas coisas com uma dor no peito. Quando paro quieto e só, relembro dos sorrisos, das brincadeiras, dos passeios, de todo que era tão normal e agora é tão significativo. Quanta saudade, quanta saudade tem de sentir um revolucionário, quanto sacrifício precisa fazer alem de sacrificar a esposa e os filhos. Aqui muitos estão também assim e pior porque estão pertos e não podem se ver. O amor a esposa e aos filhos fica guardado e todo amor a humanidade se expande, transformando-se em energia para a causa revolucionaria. A vontade que explode é de apressar tudo e tudo jogar de uma só vez — mas isso tem de ser dominado, a inteligência tudo deve guiar. O erro significa a morte e a morte de um indivíduo não pode ser comparada com a causa que não morre mas sofre refluxos. Perdemos o direito de morrer até que a morte seja um exemplo. Temos de, a cada momento, corrigir nossos defeitos de formação e quando começarmos a fazer isto, quanto esta sociedade capitalista imunda nos magoa e descobrimos um novo ser dentro de nós mesmos. Compare as crianças cubanas com as crianças daqui. Alegre-se com a alegria desse povo — um dia toda a América Latina sorrirá.

Invejo vocês que aí estão mas meu lugar é aqui. Falam no meu nome com extraordinária esperança. O nosso povo já foi traído por seus falsos líderes e, embora eu não tenha esta pretensão, sou uma esperança para o povo. A nossa Organização transformará esta esperança em realidade e não eu. O Che dizia "Não há libertadores, os povos libertam-se por si mesmos". A organização, como vanguarda desse povo, vai fazer com que o povo se liberte, custe o que custar.

Gostaria de rever vocês, de tocar-lhes com as mãos, de beijar, de ficar quieto abraçado a vocês nem que fosse por um minuto. Gostaria de vê-los sorrir, correr, falar, andar, pular e me contar tudo dessa ilha e desse povo. O pensamento flui para junto de vocês a todo momento, pensando em vocês também ganho forças.

Relembre sempre os momentos bons que convivemos, você me prometeu estudar, comece logo e não pare. Aprenda o método do ensino daí, observe tudo, estude marxismo diariamente e pergunte tudo que desconhecer.

Já fiz três cartas ao meu pai. O pessoal está com medo de ser preso mas nenhum parente nosso foi incomodado, embora estejam sendo vigiados e isto não deixa de ser pressão psicológica. Todos ficaram muito chocados mas agora acalmaram. Estão preocupados com você e as crianças. Na declaração a um jornal o pai perguntou por você e pelos netos, escrevi para eles que vocês estão aí estão bem, com as crianças na escola e você também estudando. Falei que estou orgulhoso de você, que confio em você como mãe e mulher, que você evoluirá muito agora que está livre da prisão que era uma cozinha, um tanque, um jardim e uma casa para cuidar. Agora vejo você bem superior, desenvolvendo as suas qualidades.

Espero ansiosamente notícias de vocês para transmitir a eles. Diga ás crianças para escreverem para os avós que encaminharei, quero que escrevam em espanhol também. Veja na escola se é possível eles estudarem francês, estou sentindo falta e estudando também.

Vai ser difícil escrever para vocês novamente, tentarei constantemente, mas não se alarmem, não se preocupem.

Nosso amor está perpetuado nos nossos filhos, é preciso que eles sejam criados com liberdade, sem agressões, que eles pratiquem a defesa de seus pontos de vista, que façam respeitar suas opiniões, que amem o povo, que estudem a vida de MarxLêninEngelsTrotskiMaoFidelHo MinGiap—Boumediene e que sejam criados no espirito do Che.

Ousar Lutar, Ousar Vencer
Carlos Lamarca

Compartilhe este texto:
Início da página
 
Visite o MIA no Facebook
 

Inclusão 29/04/2014