MIA - Secção em Português
Victor Serge
Foto de Serge
1890-1947

O fetichismo da legalidade foi e continua a ser um dos traços característicos do socialismo favorável à colaboração de classes. O qual implica a crença na possibilidade de transformar a ordem capitalista sem entrar em conflito com os seus privilegiados. Mas isto, mais do que um indício de uma ingenuidade  pouco compatível com a mentalidade dos políticos, é indício da corrupção dos líderes. Instalados em uma sociedade que fingem combater, recomendam respeito pelas regras do jogo. A classe operária não pode respeitar a legalidade burguesa, a não ser que ignore o verdadeiro papel do Estado, o caráter enganoso da democracia; em poucas palavras, os princípios básicos da luta de classes.
Victor Serge
in "O Que Todo Revolucionário Deve Saber Sobre a Repressão"

Victor Lvovich Khibalchich, mais conhecido como Victor Serge, nasceu na França filho de exilados russos.

Inicialmente era um anarquista, tendo ingressado no Partido Comunista Russo ao chegar a Petrogrado em fevereiro de 1919 e passar trabalhar, como jornalista, editor e tradutor, para a Internacional Comunista.

Em 1923, como representante do Comintern na Alemanha, ajudou a preparar a malograda insurreição no outono de 1923. Neste mesmo ano, Serge ingressou na Oposição de Esquerda. Foi expulso do partido em 1928 e passou a escrever obras de ficção que foram publicadas principalmente na França.

Em 1933 foi preso e exilado, tendo sido deportado da Rússia em abril de 1936, após uma campanha internacional em seu favor.

Ao chegar ao Ocidente manteve contato com Trotsky, chegando a integrar a IV Internacional, porém em pouco tempo  discordou da sua linha de atuação, separando-se da mesma em 1937.

Em 1940 escapou da invasão nazista a Paris e refugiou-se no México, tendo passado os últimos anos de sua vida isolado e morrido na miséria logo após o trigésimo aniversário da revolução bolchevista, em novembro de 1947.

Actualmente estão disponíveis em Português as seguintes obras:

1926 O Que Todo Revolucionário Deve Saber Sobre a Repressom texto em Galego
1937 A Verdadeira Personalidade de Lenine texto em Galego
1938 Apresentação do Panfleto: "A Moral Deles e a Nossa"
   
Seja um Voluntário! Se você deseja colaborar com a construção desta biblioteca, ou deseja iniciar uma nova biblioteca para um autor cujo trabalho contribui de alguma maneira para a compreensão do Marxismo, entre em contato conosco.

Abriu o arquivo 16/11/2005
Última atualização 12/03/2010