Sobre as Tarefas da Biblioteca Pública de Petrogrado

V. I. Lênin

Novembro de 1917


Primeira Edição: em 1933 na Lenin Miscellany XII. Publicado de acordo com o manuscrito.

Tradução: da versão em espanhol por Diego Grossi Pacheco.
HTML:  Fernando Araújo.


Para participar da revolução de uma maneira racional e com sensatez e êxito é necessário estudar.

Em conseqüência da redução da instrução pública pelo czarismo durante  muitos anos, o serviço das bibliotecas em Petrogrado é muito mal organizado.

Temos que efetuar sem demora e obrigatoriamente as seguintes transformações fundamentais, partindo dos princípios que se aplicam a muito tempo nos estados livres do ocidente, principalmente em Suécia e nos Estados Unidos da America do Norte:

  1. A Biblioteca Pública (antiga Biblioteca Imperial) deve passar imediatamente à troca de livros, tanto com todas as bibliotecas públicas e do Estado em Petrogrado e sua província como com as bibliotecas estrangeiras (da Finlândia, Suíça, etc.).
  2. O envio de livros de uma biblioteca a outra deve ser declarado gratuito por meio de uma lei.
  3. A sala de leitura da biblioteca deve estar aberta, como fazem os países cultos nas bibliotecas e salas de leitura privadas para os ricos, sem excetuar domingos e feriados, desde as 8 da manhã até as 11 da noite.
  4. Deve ser transferido sem atraso, à biblioteca publica o número necessário dos empregados dos departamentos do Ministério da Instrução Pública (ampliando o trabalho feminino tendo em vista a necessidade dos homens para a guerra), dos departamentos em que  90 por cento do pessoal se dedica a um trabalho não só inútil, mas o prejudicial.
Compartilhe este texto:
Início da página
 
Visite o MIA no Facebook
 

Inclusão 08/01/2012