Discurso no Comício de Pesar pelo Falecimento do Camarada Stálin

V. Molotov

9 de Março de 1953


foto

Primeira Edição: ......
Fonte: Problemas - Revista Mensal de Cultura Política nº 45 - Março-Abril de 1953.
Transcrição e HTML: Fernando A. S. Araújo, Março 2009.
Direitos de Reprodução: A cópia ou distribuição deste documento é livre e indefinidamente garantida nos termos da GNU Free Documentation License.


Queridos camaradas e amigos:

Sofremos nestes dias grandes desgraças: morreu Iosif Vissarionovitch Stálin, perdemos um grande guia e, ao mesmo tempo, um ser próximo, amado, infinitamente querido.

Nós, seus velhos e mais chegados amigos, e milhões de cidadãos soviéticos, bem como os trabalhadores de todos os países do mundo, despedimo-nos, hoje, do camarada Stálin, a quem tanto amávamos e que sempre viverá em nossos corações.

O camarada Stálin dizia-se discípulo de Lênin, ao lado de quem fundou e construiu o nosso grande Partido Comunista, ao lado de quem dirigiu a luta revolucionária do povo contra o tzarismo e o capitalismo, pela derrocada do jugo dos latifundiários e capitalistas em nosso país, ao lado de quem fundou e construiu o nosso Estado socialista-soviético, ao lado de quem assentou os alicerces da colaboração e unidade fraternais entre os povos pequenos e grandes, que se desenvolvem ante nossos olhos.

Stálin foi o grande continuador da grande obra de Lênin.

Sob a direção do Partido Comunista, o camarada Stálin à frente, o povo soviético edificou o socialismo em nosso país e avançou na realização de um grande programa de constante ascenso do bem-
estar material e do nível cultural do povo soviético; conquistou vitórias de importância universal contra o fascismo na Segunda Guerra Mundial, o que enfraqueceu de modo decisivo as forças dos inimigos externos da URSS; tirou a URSS do isolamento em que se achava na situação internacional e assegurou a formação do invencível campo dos Estados pacíficos com uma população de 800 milhões de pessoas; abriu para nosso país as luminosas perspectivas da edificação da sociedade comunista, baseada no trabalho livre, na verdadeira igualdade e verdadeira fraternidade dos homens.

Podemos nos orgulhar legitimamente de haver vivido e trabalhado durante os últimos trinta anos sob a direção de Stálin. Fomos educados por Lênin e Stálin. Somos discípulos de Lênin e Stálin. Sempre nos recordaremos do que Stálin até seus últimos dias nos ensinou, pois queremos ser fiéis e dignos discípulos de Stálin.

Toda a vida do camarada Stálin, iluminada pela brilhante luzidas grandes idéias de um prestigioso combatente popular pelo comunismo, é para nós um exemplo vivo e vivificante.

Stálin procedia do povo. Sempre sentiu sua profunda ligação com o povo, com a classe operária e com os camponeses trabalhadores, colocou inteiramente a serviço do povo suas imensas forças, seu poderoso gênio.

Com sua grande inteligência, Stálin, ainda jovem, compreendeu profundamente que no nosso tempo o povo só pode encontrar seu caminho para uma vida feliz lutando pelo comunismo. Isso determinou a orientação da sua vida. Stálin dedicou-se, dedicou toda a sua vida, sem reservas, à luta pelo comunismo, à luta plena de abnegação pela felicidade dos trabalhadores, pela felicidade do povo. Stálin sempre soube aliar a atividade árdua e cotidiana de comunista, de revolucionário entre as massas operárias, com um pro fundo estudo da teoria marxista.

Assim foi ele, em sua juventude, em Tbilissi e Baku. Assim foi nos tempestuosos anos da revolução russa e nos difíceis anos da reação tsarista quando se achava estreitamente ligado aos operários de Petersburgo, sofrendo uma vida de repressão, perseguições, cárcere e desterro.

As excepcionais qualidades do camarada Stálin como incomparável organizador do nosso Partido e do Estado Soviético e como genial teórico do marxismo-leninismo, desenvolveram-se plenamente nos anos da revolução e da construção do socialismo. Durante esses anos nosso Partido cresceu, desenvolveu-se e transformou-se na grande forca dirigente da revolução socialista em nosso país e adquiriu a significação de força dirigente de todo o movimento operário internacional.

Nesses anos o Estado Soviético multinacional, modelo da aplicação, na prática, da amizade e da colaboração fraternal dos povos, apoiando-se na classe operária e no campesinato kolkhoziano, reforçou-se como Estado do socialismo triunfante e enveredou pelo caminho da edificação da sociedade comunista.

O camarada Stálin desempenhou um papel gigantesco na direção de todo esse trabalho, do conjunto do desenvolvimento das forças de nosso Partido e do Estado Soviético.

Durante esses anos, Stálin não só assegurou a direção diária da construção socialista na URSS, mas trabalhou constantemente na solução dos problemas teóricos da construção do comunismo em nosso país e nos problemas do desenvolvimento internacional em seu conjunto, iluminando com a ciência do marxismo-leninismo os caminhos do desenvolvimento futuro da URSS, as leis do desenvolvimento do socialismo e do capitalismo nas condições atuais. Armou nosso Partido e todo o povo soviético com importantíssimos descobrimentos da ciência marxista-leninista que iluminarão por muitos anos nosso avanço para a vitória do comunismo.

O camarada Stálin dirigiu pessoalmente a criação e organização das forças do Exército Vermelho e seus gloriosos feitos de combate nas frentes mais decisivas da guerra civil. O camarada Stálin como chefe militar supremo durante os anos da Grande Guerra Patriótica, levou nosso país à vitória sobre o fascismo, o que mudou radicalmente a situação na Europa e na Ásia.

Ser fiéis e dignos discípulos de Stálin significa preocupar-se constantemente com o fortalecimento do Exército e das forças armadas soviéticas para que seja esmagada qualquer tentativa de agressão contra nosso país. Ser fiéis e dignos continuadores de Stálin significa também demonstrar a vigilância e firmeza necessárias na luta contra todas as manobras de nossos inimigos e dos agentes dos agressivos Estados imperialistas.

Nosso Estado Soviético não tem objetivos de agressão nem se permite interferir nos assuntos de outros Estados. Nossa política externa é conhecida no mundo inteiro como a política stalinista de paz, política de defesa da paz entre os povos, política inalterável de manutenção e consolidação da paz, de luta contra os preparativos e o desencadeamento de uma nova guerra, política de colaboração internacional e de fomento de relações comerciais com todos os países que, por sua parte, também aspirarem a isso.

Essa política externa corresponde aos interesses vitais do povo soviético e, ao mesmo tempo, aos interesses de todos os demais povos que amam a paz.

Em nosso país foi fundado, em bases soviéticas, um Estado multinacional que, por sua solidez, pelo desenvolvimento do poderio material e da cultura dos povos não tem precedente na História.

Em todo esse trabalho e, principalmente, no desenvolvimento das relações amistosas de tipo novo entre os povos de nossos países, ao camarada Stálin corresponde um papel especial, verdadeiramente excepcional. Stálin não só dirigiu, durante muitos anos o desenvolvimento de nosso Estado multinacional soviético, como esclareceu teoricamente os problemas contemporâneos mais importantes da questão nacional e colonial e contribuiu, também neste terreno, para o desenvolvimento das bases científicas do marxismo-leninismo.

Nas condições atuais toda essa obra é de suma importância sobretudo em relação com a formação dos Estados de Democracia Popular e com o desenvolvimento do movimento de libertação nacional nas colônias e nos países dependentes.

Fiéis aos princípios do internacionalismo proletário, os povos da URSS desenvolvem e consolidam constantemente a amizade fraternal e a colaboração com o grande povo da China e os trabalhadores de todos os países de Democracia Popular, os laços de amizade com os trabalhadores dos países capitalistas e coloniais que lutam pela paz, a democracia e o socialismo.

Queridos camaradas e amigos!

Nestes dias difíceis todos vemos com especial clareza e sentimos a cada instante que apoio inabalável, poderoso e fiel constitui para o povo soviético o Partido Comunista, sua unidade de aço, seus
vínculos indissolúveis com as massas trabalhadoras. Nosso Partido, seguindo o legado do grande Stálin, nos dá uma clara orientação na luta ininterrupta pela grande obra da construção do comunismo em nosso país. Devemos nos agrupar mais estreitamente e mais solidamente ainda em torno do Comitê Central de nosso Partido e em torno do Governo Soviético.

O imortal nome de Stálin viverá sempre em nossos corações, no coração do povo soviético e de toda a humanidade progressista. A glória de suas grandes ações pelo bem e pela felicidade de nosso povo e dos trabalhadores de todo o mundo, perdurará através dos séculos.

Viva a grande e invencível doutrina de Marx, Engels, Lênin e Stálin!

Viva a nossa poderosa pátria socialista e nosso heróico povo soviético!

Viva o grande Partido Comunista da União Soviética!

Compartilhe este texto:
Início da página
 
Visite o MIA no Facebook
 

logotipo problemas
Inclusão 09/03/2009