Saudação da Frente Meridional a Petrogrado

J. V. Stálin

18 de Dezembro de 1919


Primeira Edição: "Petrográdskaia Pravda" ("A Pravda de Petrogrado"), n.° 289, 18 de dezembro de 1919.
Fonte: J.V. Stálin – Obras – 4º vol., Editorial Vitória, 1954 – traduzida da edição italiana da Obras Completas de Stálin publicada pela Edizioni Rinascita, Roma, 1949.
Tradução: Editorial Vitória
Transcrição: Partido Comunista Revolucionário
HTML:
Fernando A. S. Araújo, setembro 2006.
Direitos de Reprodução: A cópia ou distribuição deste documento é livre e indefinidamente garantida nos termos da GNU Free Documentation License.

capa

O Conselho Militar Revolucionário da Frente Meridional vos exprime seu fraternal reconhecimento pela saudação enviada a nós e pelas bandeiras vermelhas por vós prometidas aos regimentos da frente meridional.

O Conselho Militar Revolucionário da Frente Meridional não se esquecerá de que Petrogrado foi a primeira a prestar sua ajuda à frente meridional, enviando milhares de operários de vanguarda, temperados nas lutas, os quais infundiram nas nossas divisões confiança na vitória e transformaram completamente a nossa frente.

A frente meridional deve os seus últimos êxitos sobretudo a esses operários, dignos filhos da Petrogrado vermelha.

Estejais certos, camaradas, de que as tropas da frente meridional não frustrarão as expectativas do proletariado russo e levarão com honra, até à vitória completa, as bandeiras que lhes serão doadas.

Kíev e Kupiansk já foram conquistadas por nós; não está longe o momento em que as bandeiras vermelhas tremularão sobre Rostov e Novotcherkassk.

Uma saudação para os operários de Petrogrado, uma saudação para os gloriosos marinheiros da frota do Báltico!

Compartilhe este texto:
Início da página
 
Visite o MIA no Facebook
 

pcr
Inclusão 03/04/2008