Chen Po-ta
foto (1904-1989): Ingressou no Partido Comunista da China em 1927; participou da Expedição do Norte da Frente Unida entre o Partido e o Kuomintang. Após o fracasso da expedição foi preso por um mês; após a sua libertação foi enviado, pelo Partido, para estudar em Moscou. Em 1931 retornou à China onde passou a ensinar história e adotou o pseudônimo "Chen Po-ta" (Chen Bota). Em 1937 passou a ensinar na escola de formação de quadros do Partido e atuou como Secretário Político de Mao até 1941. Trabalhou com jornalista e diretor do jornal Hongqi (Bandeira Vermelha). Em 1951 escreveu um livro sobre o Pensamento Mao Tsé-tung e foi o principal responsável por compilar as citações que compõem o livro "Citações do Presidente Mao". Em 1966 escreveu o editorial do Renmin Ribao (Diário do Povo) intitulado "Varrer todos os monstros e demônios". Este editorial foi o marco inicial da Revolução Cultural na China. Teve participação de destaque no grupo, que ficou conhecido como "A Grande dos Quatro", ligado à Jiang Qing esposa de Mao. Em 1976, Hua Guofeng demitiu o Grupo dos Quatro e, em 1981, Chen Po-ta foi condenado a 18 anos de prisão.

Leia as obras deste autor no MIA

MIASecção em PortuguêsTemática