MIA - Secção em Português
Clodomir Morais
foto de Clodomir Morais

Último dirigente nacional das Ligas Camponesas do Brasil, estudou em São Paulo, Salvador e Recife, onde se formou em Direito, na Faculdade de Direito do Recife; foi jornalista e escritor com mais de 20 livros publicados, a maior parte deles no exílio. Em Recife tornou-se militante comunista, deputado estadual e assistente do Trabalho Militar das Ligas Camponesas, acompanhando seus vários Dispositivos Militares do Maranhão ao Estado de Goiás. Como deputado estadual, coordenou os delegados pernambucanos ao 7º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes pela Paz e Amizade, em Moscou, em 1957.

Em 1964, com a ditadura militar, teve o seu mandato cassado, foi preso e torturado. Exilado, passou por vários países, fixando-se na Alemanha Oriental, onde fez mestrado e doutorado em Sociologia da Organização. Logo foi contratado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como consultor para assuntos de Reforma Agrária na America Latina, Caribe e África. Seus estudos, suas experiências e pesquisas lhe permitiram criar o famoso método conhecido mundialmente por Capacitação Massiva em Organização Autogestionária, também conhecido por Laboratório Organizacional ou Experimental.

Seus livros mais destacados foram publicados em vários países e idiomas: Queda de uma Oligarquia, História das Ligas Camponesas do Brasil, O Reencontrado Elo Perdido das Reformas Agrárias, Dicionário de Reforma Agrária América Latina, 10 Reformas Agrárias, Um Futuro para os Excluídos, Cenários de Libertação (Paulo Freire na prisão, no exílio e

Fonte: Jornal A Verdade