MIA - Secção em Português
Emma Goldman
foto
1869–1940

 

Nasceu na Lituânia. Destacada ativista feminista. Seus primeiros contatos com as idéias revolucionárias ocorreram na cidade de São Petersburgo, através da organização "A Vontade do Povo". Reprimida pela família por ter ingressado na "A Vontade do Povo", fugiu de casa e emigrou para os Estados Unidos com apenas 16 anos de idade, indo trabalhar na indústria textil. Posteriormente tornou-se jornalista e agitadora do movimento anarquista. Em 1893 foi condenada a um ano de prisão sob a acusação de incitar uma manifestação em Nova Iorque. É presa em 1917 por ser contra o recrutamento militar para a Primeira Guerra Mundial, permanece 2 anos na cadeia e depois é deportada para a Rússia. Chegando à Rússia assumiu posição favorável à Revolução de Outubro mas, posteriormente, discordou dos bolcheviques (discordâncias registradas em seu livro "My Dissillusionment in Russia") abandona a Rússia em 1921, dois anos após o seu retorno dos Estados Unidos. Em 1936, durante a Guerra Civil Espanhola, vai para a Espanha e depois emigra para o Canadá permanecendo neste país até morrer em 14 de maio de 1940.

Fonte: www.pco.org.br

Atualmente estão disponíveis em Português as seguintes obras:

1910 Prisões: falência e crime social
1911 Minorias versus maiorias
1913 - fev Sindicalismo: Sua Teoria e Prática
1916 - abr Carta da Prisão
1917 - jun Manifesto da Liga da não Conscrição
1934 - dez Minha vida valeu a pena?
  Kronstadt
  Minha outra desilusão na Rússia
  Trotsky protesta demais
   
Seja um Voluntário! Se você deseja colaborar com a construção desta biblioteca, ou deseja iniciar uma nova biblioteca para um autor cujo trabalho contribui de alguma maneira para a compreensão do Marxismo, entre em contato conosco.

Abriu o arquivo: 20/03/2020
Última atualização: 12/08/2020