Carta a Marx
(em Karlsbad)

Friedrich Engels

25 Agosto 1876


Fonte: Materialismo e Empiro-Criticismo, Editorial Calvino Ltda., Rio, 1946, pág. 495. A presente edição foi traduzida do original russo "Materialismo Dialético", Moscou, edição da Academia de Ciências da URSS, 1954.
Tradução: Abguar Bastos
Transcrição e HTML: Fernando A. S. Araújo.
Direitos de Reprodução: Licença Creative Commons licenciado sob uma Licença Creative Commons.

Ramsgate, sexta-feira

No meio desta estupidez praieira, cada vez mais densa, nenhuma leitura melhor, naturalmente, do que a filosofia natural da realidade do Sr. Dühring. Jamais vi coisa mais natural. Aqui, tudo gira em torno de coisas naturais, reputando-se natural tudo que parece natural ao Sr. Dühring, razão pela qual parte sempre de “afirmações axiomáticas”, pois o que é natural não necessita de demonstração. A coisa supera em vulgaridade a tudo o que vi. Apesar de ser muito má, a parte que trata da natureza é, não obstante, a melhor de todas. Afinal de contas, ainda conserva resíduo insignificante de dialética, mas, quando passa a falar de problemas sociais e históricos, campeia a velha metafisica sob a forma de moral, e, com ela, nosso homem cavalga no verdadeiro cavalo cego, que não faz mais que dar voltas e mais voltas sem sair do mesmo circulo. Seu horizonte abrange apenas o campo de vigência do direito nacional prussiano e o Estado" é, para ele, o regime burocrático da Prússia. De hoje a oito dias, regressaremos a Londres e imediatamente cuidarei desse caso. Para que tenha uma ideia das verdades eternas que divulga, dir-te-ei que suas três bêtes noires são o tabaco, os gatos e os judeus, os quais manobra a seu talante.

Outras cartas sobre as origens do Anti-Dühring
Carta a Marx (em Londres) - 24 de Maio de 1876
Carta a Engels (em Ramsgate) - 25 Maio 1876
Carta a Marx (em Londres) - 28 Maio de 1876
Carta a Marx (em Londres) - 25 Julho 1876
5ª Carta a Marx (em Karlsbad) - 25 Agosto 1876
Carta a Engels (em Brighton) - 5 Março 1877
Carta a Engels (em Brighton) - 7 Março 1877

 

Compartilhe este texto:
Início da página
 
Visite o MIA no Facebook
 

Inclusão 20/03/2014